Técnica de Costura Japonesa | Mariposa Cartonera
Vídeo ensina a técnica de costura japonesa aplicada a livros cartoneros
costura japonesa
16652
post-template-default,single,single-post,postid-16652,single-format-video,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,side_area_uncovered_from_content,columns-3,qode-theme-ver-11.1,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_non_responsive

Técnica de Costura Japonesa

Vídeo ensina a técnica em livros cartoneros

Técnica de Costura Japonesa

Quando começamos a fazer nossos livros, usamos a costura “borboleta”. É uma das mais simples, com apenas três furos. Posteriormente, aprendemos com Douglas Diegues, da Yiyi Yambo Cartonera a costura japonesa. Essa dá um acabamento interessante aos livros, embora a dobra da capa ainda seja um problema. A costura fica “exposta”, como a japonesa, mas criar padrões retangulares na lombada, que fica aparente também.

Uma das coisas mais legais no movimento cartonero é o compartilhamento de técnicas para fazer os livros e nós sempre ficamos felizes em poder compartilhar dicas como estas. Em algumas das oficinas que oferecemos pelo Brasil, ensinamos, mas também aprendemos outras técnicas que não conhecíamos. Isso é uma das coisas que dá vitalidade ao movimento.

Vídeo de costura japonesa

Neste vídeo, explicamos a vocês a técnica da costura japonesa, já adaptada para nossos livros entre os anos de 2014 e 2015. Diferentemente da japonesa que Diegues nos ensinou, usamos apenas quatro furos. Isso porque queríamos dar maior agilidade ao processo, dentro da perspectiva de acharmos que o livro cartonero precisa ser único, ao mesmo tempo que o modo de produção deve ser acessível a todos o possibilitar um custo baixo. Posteriormente começamos a testar outras costuras, mas isso fica para outro vídeo.

Leve um de nossos livros para casa hoje. Se quiser com costura japonesa, só especificar no pedido.

 

1Comment
  • Jéssika
    Posted at 06:26h, 15 maio Responder

    Valeu pelo vídeo! Já encomendei meu livro também, com costura japonesa, hein?

Post A Comment