Le Petit Prince Cartonero | Mariposa Cartonera
Lançamento de edição artesanal de O Pequeno Príncipe
livros,cartoneros,artesanais,mariposa,cartonera
16258
post-template-default,single,single-post,postid-16258,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,side_area_uncovered_from_content,columns-3,qode-theme-ver-11.1,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_non_responsive

Le Petit Prince Cartonero

Le Petit Prince Cartonero

Em uma parceria com a Kartocéros Éditions, editora cartonera de Clermont-Ferrand, a Mariposa Cartonera lança na próxima quarta (16) uma edição em francês de O pequeno príncipe, artesanal, com capas feitas em papelão reutilizado, costuradas à mão com projeto de encadernação de Anna Nova e projeto gráfico de Patrícia Cruz Lima.
CartazPPBrasil

Convite para o lançamento

Pela primeira vez, a Mariposa lança um livro também com ilustrações, mas ao invés de usar as tradicionais de Exupéry – que também estão livres de direitos – optaram por contar com ilustrações exclusivas da francesa de ascendência hispano-brasileira Alicia Cuerva, que participará de vídeo conferência durante o lançamento no Aujourd’hui Café Restaurante, dentro da Semana de Francofonia, promovida pelo curso Dis Donc (Casa Forte). Simultaneamente, acontece exposição das aquarelas originais presentes no livro em no Café Les Augustes, em Clermont-Ferrand, França. A primeira edição terá 60 exemplares numerados.

 

CURIOSIDADES 

  • Publicada em 1943, a obra O Pequeno Príncipe é uma das mais traduzidas do planeta (cerca de 220 idiomas e dialetos), tendo atravessado gerações de leitores, mantendo o mesmo encanto.
  • É o livro mais vendido em língua francesa (mais de 140 milhões de exemplares), e entre livros de literatura está apenas atrás Um conto de duas cidades (200 milhões), de Dickens e O Senhor dos Anéis (150 mi) e O Hobbit (140 mi), de Tolkien.
  • As ilustrações da edição da Mariposa Cartonera são uma releitura do clássico que, embora feitas por uma francesa, têm espírito brasileiro. A cena do PP na Chapada Diamantina, o lobo guará que substitui a raposa e o PP “sarará” com havaianas dão um tom diferente ao livro.
  • Por conta de seu autor ter morrido em missão pela França, os direitos autorais em sua terra natal ainda não expiraram. Por isso, embora feita em coedição com uma cartonera francesa, o livro não será vendido em solo francês.
  • A tradução mais famosa no Brasil de O Pequeno Príncipe é a de Dom Marcos Barbosa, mas recentemente foi traduzido por Ferreira Gullar, a elogiada Ivone Benedetti e até por Frei Beto.

 

SERVIÇO

Lançamento de O pequeno Príncipe (em francês)
Data: 16/03 a partir das 19h
Local: Aujourd’hui Café Restaurante
R. Irmã Lúcia, 146 – Casa Forte, Recife
Informações: 81 99589-7777 (WhatsApp)
No Comments

Post A Comment